sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Um caminho para a Cura

Estátua do Guerreiro Chichimeca - em Queretaro
Há uma ponte para o céu dentro de sua alma e uma porta para a cura e a paz dentro de seu coração.
Se olharmos para dentro de nós mesmos e abraçarmos nossa verdadeira essência, bendizemos a fonte da vida.
Veja além da visão e você encontrará um jardim de harmonia e de alegria, onde cada respiração é uma fonte de inspiração.
Se sonharmos com novas realidades, nos abrimos para a abundância de bênçãos.
Juntos, podemos fazer milagres!

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Jóias em turquesa dos índios americanos - um presente dos espíritos para os homens



imagens anéis Native American


A turquesa presente nas jóias dos índios americanos é tida um símbolo da natureza, mais especificamente, ao azul do céu, que eles associam à espiritualidade.
Sendo uma pedra preciosa, geralmente em tons de verde ou azul, a cor exata da turquesa é determinada pela quantidade de cobre nela contida. Geralmente, quanto mais cobre em uma peça, mais azul ela será. Elas também podem existir nas cores branca e azul escuro. 
Sendo encontrada comumente na região sudoeste dos Estados Unidos, elas podem ser vistas com mais freqüência, nas jóias dos índios americanos, sendo para eles um mineral muito significativo. 
A turquesa pode ser usada como um símbolo de riqueza ou status em certas tribos. 
Na verdade, os nativos americanos, muitas vezes enterram seus entes queridos com suas jóias feitas em turquesa, para que sejam utilizadas por eles na vida após a morte.
Além disso, muitas tribos indígenas associam as jóias de turquesa a fertilidade. 
A tribo Tewa refere-se à pedra, como A Mulher de Turquesa ou A Mãe Turquesa.
Já em outras tribos, como a Zuni por exemplo, é dado a turquesa uma característica masculina, sendo chamada às vezes de  O Menino Azul Turquesa.
As jóias feitas em turquesa podem servir como um presente de um indivíduo para outro porém, para as tribos indígenas, a  turquesa é considerada como  um presente dos espíritos para o homens. 
As tribos Zuni, Hopi, Tewa e Kresan por exemplo, associam a jóia de turquesa com a direção do Norte. 
Já as tribos Tiwa, Picunis e Sandia,  associam a turquesa com a direção Sul. 

Os anéis estão à venda nos sites:
Mush

Fonte texto:
http://nativeamericanencyclopedia.com/native-american-turquoise-jewelry/

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Um olhar feminino para os navegadores da Internet

Como seriam as mulheres caso seguissem o estilo dos navegadores de internet?
texto por Camila Marques 

A brincadeira norteou o ensaio feito pela fotógrafa Viktorija Pashuta, que levou em consideração não só as cores, mas a essência e o estilo de uso de cada browser ao pensar na roupa e cara do visual. 
Em sua concepção, pela ordem abaixo, o Internet Explorer seria chamativo, o Firefox seria sexy, o Opera seria elegante, o Chrome seria útil e prático, e o Safari seria moderno. 
Veja o ensaio completo no site de Pashuta.




Fonte:
http://blogdetec.blogfolha.uol.com.br/2013/08/26/como-seriam-os-navegadores-se-eles-fossem-mulheres/

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

O Zodíaco por Salvador Dali

Roda do zodíaco
Áries


Touro

Gêmeos

Câncer

Leão

Virgem

Libra

 Escorpião

 Sagitário

 Capricórnio

Aquário

Peixes


Fonte:
http://www.ideafixa.com/salvador-dali-ilustra-os-12-signos-do-zodiaco/

Vale conferir:
http://thefaustorocksyeah.wordpress.com/2013/08/18/el-zodiaco-de-salvador-dali/

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Mudras

Vitarka Mudra (Mudra do Ensinamento) - 8th century wall painting at Bezeklik, Tarim Basin
Literalmente, a palavra Mudra significa selo. Na Ioga existe uma série de conotações diferentes que inclui bandhas (travas) e práticas meditativas. Contudo, os Mudras são comumente associados a gestos de mão. Os dedos são relacionados a diferentes tipos de energia e, quando unidos de formas especificas, produzem efeitos sutis.
Os Mudras podem ajudar a equilibrar o fluxo de energia através dos nadis que nutrem nossos órgãos internos. Eles também podem ser executados para alcançar estados específicos de consciência. Ajudam a eliminar formas negativas de pensamento e a elevar o ânimo. (O Poder curativo dos Mudras - Rajendar Menen)



Mudras: Posturas com a Mãos 
mudabhaya.gif (1701 bytes)
Abhaya Mudra
Gesto do Destemor. Também chamado de O Gesto da Renúncia.
Bhumisparsa Mudra
Um chamado à Terra para testemunhar O Gesto da Iluminação
A mão direita pressionando a terra. A posição da mão esquerda simboliza meditação. Juntas, elas representam a superação de Buda os obstáculos enquanto meditava no vazio.
  mudbhumis.gif (4021 bytes)
 mud-pressearth.jpg (1284 bytes)
mudbhutada.gif (2253 bytes)
Bhutadamara Mudra
Gesto de impedir o Mal
Buddhashramana Mudra
Gesto de Além da Miséria. Também chamado o Gesto da Renúncia
mudbuddhas.gif (1468 bytes)
mudharmasit.gif (4667 bytes) mudharmah.gif (2553 bytes)
Dharmacakra Mudra
Gesto do Ensinamento
 Dhyana Mudra
Gesto da Meditação
O canal nervoso associado com a mente da Iluminação (Bodhichitta) passa pelos polegares. Assim, juntando os dois polegares nesta postura é de um significado auspicioso para o futuro desenvolvimento da mente de iluminação.
mudhyanasit.gif (4196 bytes)mudhyanah.gif (963 bytes)
mudnamaska.gif (1573 bytes)
Namaskara Mudra
Gesto da Prece
Tarjani Mudra
Gesto de impedir o Mal
mudtarjani.gif (970 bytes)
mudvarada.gif (1567 bytes)
Varada Mudra
Gesto da Compaixão
Vitarka Mudra
Gesto do Debate
mudvitarka.gif (1802 bytes)
Gesto de Girar a Roda do Dharma e  Meditação

O gesto da mão direita representa girar a roda do dharma, enquanto que o da mão esquerda simboliza meditação. Os dois juntos simbolizam ensinar o Dharma enquanto se medita no vazio.
mud-turnwheelmed.jpg (2194 bytes)

mud-turningwheel.jpg (3169 bytes)
Gesto de Girar a Roda do Dharma
O polegar e o dedo indicador da mão direita representam sabedoria e método combinados. Os outros três dedos levantados simbolizam o ensinamento da Doutrina Budista, que leva os seres comuns aos caminhos dos seres das três habilidades. A posição da mão esquerda simboliza os seres das três habilidades, que seguem o caminho combinado do método e sabedoria.
Gesto da Suprema Realização e Meditação
O gesto da mão direita simboliza a concessão da suprema realização. O gesto da mão esquerda simboliza meditação. Juntos, eles representam o poder de Buda de conceder realizações supremas e gerais à seus discípulos, enquanto Ele medita no vazio.
mud-supaccompl.jpg (3990 bytes)

Fonte:

*****

Versão deste material em PDF

Vale conferir:
http://www.saindodamatrix.com.br/archives/2003/03/mudras.html

http://www.gayatriyoga.com.br/blog/?p=9

Mudras - as Mãos como símbolo do Cosmos



segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Mamãe sabiá

Série com o Sabiá-branco (Turdus leucomelas) e seu filhote - Series with the Pale-breasted thrush and its nestling 58 27-08-07 053
Foto por Flávio Cruvinel Brandão - ©Todos os direitos reservados

Veja todas as fotos clicando no link abaixo:

sábado, 17 de agosto de 2013

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

A Paixão da Entrega

Faça tudo com uma atitude de entrega.
Não se preocupe em obter elogios, vantagens ou qualquer outra coisa.
Se você renuncia um pouco a isso, terá um pouco de paz;
se renuncia totalmente, terá toda a paz.

A carta O Pendurado corresponde no Tarô da Deusa Tríplice à Paixão da Entrega. Essa carta atua como um bálsamo suave que induz gentilmente a pessoa a entrar nas cavernas silenciosas da alma. Aqui o fogo da paixão e da transformação aquece a consciência interior da pessoa. Em profundo repouso, o mundo dos sonhos vem à superfície, as forças da imaginação e da intuição são liberadas e a mente racional deixa de ser controlada por medos e preocupações.
A Paixão da Entrega aparece entre folhas caindo, representando o outono, quando a natureza perde sua folhagem e expõe a nudez de seus galhos, ramos e raízes. Essa Deusa da compaixão salta para a luz de seu renascimento.
Não é preciso inverter a sua imagem, já que a entrega é a sua natureza mais básica. Esvaziar-se e voltar a encher-se são os eternos movimentos rítmicos de sua vida. Ela jamais resiste aos desígnios da natureza.
Seus pés estão acima do chão, indicando que ela está entregue. Sua alma superou a gravidade dos fardos da vida. Com os olhos fechados e os braços abertos envolvendo a luz interior, ela é profundamente receptiva às forças espirituais que enchem seu coração e mente de compaixão. Raios de luz amarela iluminam seu caminho. Seus pés estão envoltos por essa luz dourada do Sol, simbolizando sua busca por uma  nova consciência e conhecimento.
Neste estágio da iniciação, nosso senso de identidade passa do pequeno eu - motivado pelo medo e pelos instintos de sobrevivência física - para o eu espiritual, que caracteriza pelo amor incondicional e pelo entendimento de que nada que tenha realmente valor jamais poderá ser perdido ou tirado de nós. Tudo o que não tem valor real acaba indo embora. 
O que sobra é o nosso verdadeiro eu e a nossa verdadeira vida. 
A Paixão da Entrega aparece para nos lembrar que as coisas são simples assim.

No ato da entrega, a pessoa descobre que o vazio é uma espécie de "vazio pleno", sempre esvaziando-se das limitações para poder encher-se com aquilo que não tem qualquer limitação. A cata  A Paixão de Entrega nos convida a tirarmos os véus do ego e entrar no domínio da Grande Mãe Compassiva que deseja acolher-nos em seu calor e proteção. Acredite na possibilidade de sua própria ressurreição e iluminação. Deixe que as visões ultrapassadas morram e salte no abismo de luz e beleza. Esvazie-se. Encha-se. Liberte-se.


Fonte do texto e da imagem: O Tarô da Deusa Tríplice - Isha Lerner - ilustrado por Mara Friedman

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Yantras: Talismãs astrológicos

Os yantras podem nos ajudar a conquistar objetivos práticos e metas espirituais. 
 Basta utilizá-los corretamente, como talismãs ou objetos de meditação.

imagem:Navagraha Yantra

A astrologia não é um método de adivinhação. Ciência sagrada, ela é parte essencial da cultura e da religião hindu. É o caminho para o eu, para o encontro com a alma, o mais completo e profundo mergulho espiritual.

Com essas palavras, Swami Sivapriyananda, guru e astrólogo indiano, define a astrologia segundo a visão de seu povo. Sagrada e eterna, a arte de desvendar a linguagem dos astros permite que o homem se equipare aos deuses. Ao conhecer o que o destino lhe reserva, ele pode praticar a magia da transformação.
Esse caráter sagrado da astrologia inspirou os sábios hindus a criar símbolos dotados de grande poder, que recebem o nome de yantras.
Os yantras representam os planetas e os deuses a eles associados. Podem ser usados na meditação ou como talismãs. Ao contemplar o símbolo de Vênus, por exemplo, você poderá trazer à tona um talento artístico que não encontrava meios de se manifestar.
Já o uso como talismã tem objetivos mais práticos. Carregar o yantra do Sol na carteira ajuda a atrair riqueza.
Para meditar, coloque o yantra sobre uma base sólida, na altura dos olhos. Deixe o ambiente na semi-escuridão e acenda uma vela à direta do yantra.
Concentre-se no desenho, olhando bem para o meio dele. O objetivo da meditação é esvaziar a mente: sem perder se em pensamentos, você terá condições de absorver o significa profundo do símbolo.
A seguir, você vai conhecer alguns yantras astrológicos e suas propriedades energéticas.

YANTRA DO SOL

Sun Yantra by Pieter Weltevrede
imagem: Lord Surya (Sol)
Em astrologia, o Sol (Surya) representa o eu verdadeiro. É a consciência de si mesmo, o âmago do ser. A meditação
com esse yantra proporciona autoconhecimento e nós dá forças para lutar pelos nossos mais altos objetivos. Para usá-los como talismã, deixei-o ao ar livre num dia claro, quando o Sol estiver a pino.
O período entre  11 e 13 horas é o ideal. Depois dessa energização, coloque-o na carteira ou na bolsa. Esse yantra ajuda a atrair sucesso  nos negócios e prosperidade financeira.



YANTRA DE JÚPITER
Jupiter Yantra by Pieter Weltevrede
imagem: Lord Brihaspati (Júpiter)
Considerado o planeta das bençãos, Júpiter está associado à sorte, à expansão à fé e à prosperidade. A meditação com esse yantra proporciona otimismo, ânimo para ir à luta e fé no futuro, além de fortalecer a mente e o espírito. Para usar esse yantra como  talismã, deixei-o sob uma ametista durante 7 dias. Depois, exponha-o à luz do Sol por um dia inteiro. 
Traga esse talismã sempre junto de você, pois ele atrai sorte, 
prosperidade e alegrias além disso beneficia a saúde.




YANTRA DE MERCÚRIO
Mercury Yantra by Pieter Weltevrede
imagem: Budha (Mercúrio)
Planeta da comunicação e do intelecto, Mercúrio está associado à inteligência, à capacidade de raciocínio e à agilidade intelectual. A meditação com esse yantra estimula a memoria, desenvolve o bom senso e aumenta a capacidade de aprendizado. Também favorece as pessoas tímidas, ajudando-as a perder o medo de falar em público e aumentando sua capacidade de estabelecer novos relacionamentos. Para usar esse yantra como talismã,co loque-o sob um citrino amarelo por 24 horas. Depois, enterre o cristal num jardim e deposite o yantra entre as páginas de um livro por mais 24 horas. Passado esse tempo, guarde o yantra num local a que só você tenha acesso: uma gaveta, um livro ou sua bolsa, por exemplo. Volte a fazer essa energização pelos menos a cada 3 meses. Esse poderoso talismã vai lhe trazer boa sorte em concursos e exames a aumentará a capacidade de comunicação.




YANTRA DA LUA
Moon Yantra by Pieter Weltevrede

imagem: Chandra (Lua)
 A Lua está associada às emoções e às mudanças constantes. Também simboliza nossa ligação com a família, especialmente com a figura da mãe. A meditação com este yantra nos ajuda a lidar com as transformações e a desenvolver a sensibilidade,a intuição e o amor pela família. Para usar esse yantra como talismã, deixe-o ao ar livre numa noite de Lua Cheia, das 22 às 00 horas. 
Então, guarde-o numa gaveta, de preferência envolvido
 num lenço branco ou prateado.
 Esse yantra ajuda a ter uma convivência familiar agradável.




YANTRA DE VÊNUS
Venus Yantra by Pieter Weltevrede
imagem Shukra (Vênus)
Vênus é o planeta do amor, da arte, da sensualidade e da beleza. A meditação com esse yantra desperta nosso senso estético, o talento artístico, a sensibilidade e a criatividade. Também atrai felicidade, pois nos faz ficar abertos ao amor e desperta nosso romantismo. Para usar esse yantra como talismã, leve-o para a beira de um lago de água doce e segure-o bem apertado, junto ao coração. 
Feche os olhos e visualize um luz cor de rosa
 envolvendo seu corpo. Fique assim durante alguns minutos,
abra os olhos e salpique uma 3 gotas de água sobre o  yantra.
Ao chegar em casa, coloque o yantra
sob um quartzo rosa durante dois dias.
Retire-o e volte a fazer o ritual junto do lago. 
Feito isso, mantenha-o sempre bem perto de você, 
para despertar o  seu potencial de amor e criatividade.


YANTRA DE MARTE
Mars Yantra by Pieter Weltevrede

imagem: Mangala (Marte)

Embora esteja associado à luta e à guerra, Marte pode ser um planeta extremamente benéfico, pois estimula o senso de liderança, a coragem e a iniciativa. A meditação com esse yantra nos torna auto confiantes e determinados.
Para usar esse yantra como talismã, coloque-o sobre um cetim vermelho e cubra-o com fragmentos de cristal. Acenda uma vela
vermelha e um incenso de arruda. 
Depois que o incenso e a vela acabarem de queimar , 
embrulhe o yantra no cetim e guarde-o num que só você tenha acesso.
Esse yantra nos protege das influências e energias negativas.


Fonte do texto por Silvia  Lakatos - Revista Destino 1998

Vale conferir:

O QUE É MANTRA? O QUE É YANTRA?

YANTRAS UM PRINCÍPIO ESOTÉRICO HINDU

YANTRAS

YANTRA YOGA
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros olhares