quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Um gato escritor

Waldo Japussy é um gato.
Sim, um gato com nome e sobrenome!
Não bastasse isso, ele é um amante dos ensinamentos do Tao Te Ching de Lao Tzu/Lao Tzé e também do  Rubaiyat de Omar Khayyam.
Maluquice? Não.
Foi exatamente isso o que conseguir descobrir após horas na internet...

Bem, vou começar do começo.                                          
Encontrei esta imagem abaixo, na página do Facebook de uma amiga.

Achei interessante o nome "Tao of Meow", corri para buscar mais informações mas sem muita esperança de encontrar algo além da própria imagem.
Acabei me deparando com um livro chamado The Tao of Meow, "escrito" por Waldo Japussy.

Segue um pouco do que pude apurar da história:
Waldo, era o gato mais velho na casa de Rose e Carl Japikse.
Carl encontrou em seus guardados, algumas folhas de papel que ficaram marcadas pelas patas de Waldo.
Notando que nelas haviam um curioso sistema de escrita, Carl traduziu as "pegadas hieroglíficas" de seu gato, criando assim o Tao of Meow
Ainda segundo Carl, o livro é uma contemplação magistral no caminho da auto-satisfação, contada por um gato sábio para o benefício de gatos e amantes de gatos.

Se isso é verdade ou se foi a forma como Carl quis perpetuar a lembrança de seu gato, eu não sei, mas o fato é que Waldo tem ainda mais dois livros:



The Ruby Cat, baseado no Rubayat, o gato desta vez procura o sentido da vida...
The Ethickal Cat (Um guia para nove vidas perfeitas)
Segundo Carl, este seria um livro onde Waldo, após sua passagem para outro plano, volta para lhe dizer que havia se tornado um gato ético...







Vale conferir os comentários dos leitores (em inglês):
The Tao of Meow
The Ruby Cat


Por fim, este é um trecho de "The Tao do Meow" 
manuscrito de Waldo Japussy -  Traduzido por Carl Japikse © 1990

Muitas pessoas ouvem o chamado. 
Isto não é igual ao caminho. 


O chamado é algo como uma multa por excesso de velocidade
É a voz de Deus dizendo-lhe para se reformar.
Mas as pessoas que ouvem o chamado
Geralmente não conseguem entender a mensagem.
Elas se acham especiais,
Por terem ouvido a voz de Deus,
Assim, elas tornam-se evangelistas.

Isto é como a história do sujeito que disse a todos
Que estava em uma missão especial a serviço do Rei,
Fazendo o trabalho do Rei, conforme indicado pelo Rei.
Também não mentira,
Mas ninguém perguntou,
O que o Rei tinha realmente dito.
Meu livro, não é como um chamado dizendo:
"Saia do meu caminho!"

Quando você ouvir o chamado, portanto, lembre-se -
Você está sendo convocado para encontrar o Caminho,
Não saia por aí ostentando que você já sabe disso.
Se você ouvir o chamado, é hora de mudar os seus caminhos -
Não precisa dizer aos outros.

O Caminho é diferente.

Caminhe o caminho do Tao do Miau.

Ele brilha mais quando parece estar na escuridão.

Se você parece estar indo para a frente
Pode apostar que você está indo para trás.
Se a viagem é difícil, as coisas estão indo bem.
A maior virtude em breve será manchada,
E o mais fraco vai acabar com mais força.

O Caminho leva você para dimensões
Onde as praças não têm cantos,
A perfeição está em sua superação,
Você não pode contar sobre um gato para um cão,
E o Miau não tem começo nem fim.

Se você já ouviu o Miau,
A última coisa que gostaria de fazer é
tornar-se um evangelista.

Meu palpite é que...
você irá se tornar um gato.
Purr-r-rr-rr

Em tempo: se a tradução não contempla a amplitude da mensagem, assumo metade da culpa, por eu não saber inglês. Já a outra parte cabe ao Google Translate!

Fontes:
http://www.spinwwweaver.net/taomeow.html
http://www.lightariel.com/CJbio.html

2 comentários:

  1. Adoro gatos e adorei a postagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris!

      Visitei seu blog e pude notar que você realmente gosta de gatos, Adorei a barra lateral onde você descreve suas preciosas companheiras.

      Também estou seguindo seu blog.
      Abraços.

      Excluir

Bem vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros olhares