sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Como a Roda de Cura nos ajuda a ter uma vida mais plena?

fonte da imagrm:http://www.astromark.us/medicine.htm 

Como a Roda de Cura nos ajuda a ter uma vida mais plena?
tradução de Silvana Pereira

Nossa felicidade é produzida, não por condições exteriores, mas por nossas percepções e pensamentos sobre nossa vida e o que acontece conosco. Os outros não nos deixam nervosos ou felizes, mas nossas reações aos eventos sim.

Para entender o significado da Roda de Cura, nós precisamos voltar no tempo e quando a maior parte das nações indígenas estavam constantemente em guerra umas com as outras. As tribos estavam obcecadas em eliminar seus “inimigos”. Então uma mudança dramática na percepção aconteceu, e a paz foi estabelecida, a qual durou por um período de 150 a 200 anos. Esta longa trégua foi o resultado do grande Chefe Iroquois, mais tarde se tornar Hiawatha, que impulsionou as tribos a pararem com a loucura de irmão matar irmão, e formar uma aliança, a qual veio a ser conhecida como a Confederação das Nações. A confederação reconheceu que os povos Indígenas eram mais parecidos do que diferentes. Mesmo que falassem dialetos diferentes, eles tinham as mesmas crenças básicas e seguiam tradições similares.

Uma parte importante desta transformação foi a Roda de Cura, a qual foi colocada na frente de cada Tepee, e decorada com símbolos especiais, cores, e pedras, para que as pessoas que entrassem na tribo soubessem sobre seus habitantes. A Roda era um reflexo das forças e fraquezas individuais, e deu as pessoas orientações para seguir o crescimento pessoal. Ela (a roda) disse ao povo o que eles precisavam aprender e o que eles precisavam ensinar. Foi ordenado que todos trabalhassem consigo mesmos, ou senão deixassem a tribo. Após varias gerações deste trabalho, as pessoas perderam o conceito de culpar e da raiva. Isto, por sua vez, resultou no mais longo período de paz da historia moderna.

O irmão Águia Elevada, do Arizona, explica o poderoso impacto da Roda de Cura: “Se você disser, “Alguém pode deixa-lo com raiva?” você diria sim. Mas na realidade, isto é totalmente impossível. Você escolhe ficar com raiva pela forma como processa o evento. Isto é algo que você foi ensinado a fazer quando criança. Se você puder imagine que nenhuma pessoa em toda a cidade de Nova Iorque tivesse o conceito da raiva, isto é como foi durante aqueles período de tempo sem guerras antes do homem branco chegar.”

A roda é um circulo dividido por uma cruz para criar as quatro direções – norte, leste, sul e oeste. Um precursor da astrologia, cada pessoa é representada de alguma forma dentro daquele circulo, dependendo da sua data de nascimento. A colocação é associada com uma lua especial, animal de poder, planta medicinal, cor e mineral.

Fonte em português:
http://www.osarcturianos.com/Blog/news/2011/12/17/4fb8a412-ab15-4a1d-b033-162941acf8f3.aspx
Publicado originalmente em inglês em:
http://www.native-americans-online.com/native-american-medicine-wheel.html

2 comentários:

  1. Li e adorei saber...virou um hábito ler seus post..são sempre excelentes!
    _/|\_
    Beijos Soraia.
    Astrid Annabelle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Astrid, isto muito me alegra:)

      Beijos!
      _/|\_

      Excluir

Bem vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros olhares