segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Talismãs, Pantáculos e Braceletes: proteção divina?


imagem: Braceletes de Lygia Durand

Semana passada o programa Sem Censura trouxe um tema que é bem a cara do Brasil, a manifestação da fé através da arte.
Fiquei encantada com os braceletes criados por Lygia Durand (ainda que sejam caríssimos) e com a simplicidade e delicadeza das esculturas em papel, criadas por Mário Luiz. 

As entrevistas podem ser vistas nos links abaixo: 
http://youtu.be/fjEWSeKRAJc?t=59m10s

Após assistir as entrevistas, me peguei pensado na necessidade que temos de ter algo ao alcance das mãos, um objeto que nos "ligue" ao mundo invisível.
Muitos de nós, consciente ou inconscientemente, carregamos algum objeto como um talismã para a nossa proteção.
Talvez um terço, um japamala, uma imagem de um santo em um pingente, uma reza, um mantra ou um anel, que nos acompanha e dos quais podemos lançar mão num momento de aflição e necessidade.
Saindo da divagação, vim para a Internet e procurei  saber um pouco sobre os talismãs e sua origem.
Acabei encontrando muita bobagem é verdade, mas em meio a isto achei algo bem interessante que são os pantáculos.
De certa forma, o que li sobre os pantáculos e os talismãs em geral, serviram para confirmar que, embora este costume de ter algum objeto como forma de ligação com o divino e que muitas vezes é tido como algo obsoleto ou coisa de gente ignorante, é tão antigo, e comum em várias culturas, independentemente do credo religioso.

Então, vamos aos significados: 

Segundo a Wikipédia, a palavra talismã vem do árabe Tilasm, e da palavra grega Teleo que significa "consagrar".
"Os talismãs são objetos que se caracterizam como símbolos criados desde tempos remotos pelo Homem, com o objetivo de expressar o que se encontra na esfera criativa do inconsciente humano e no ambiente em que o indivíduo se desenvolve.
Estes artefatos podem ser meros instrumentos de proteção, paz, energias benéficas, atuando assim como amuletos, confeccionados com matéria-prima natural ou com uma mistura deste recurso com elementos artificiais.
Normalmente as pessoas procuram no talismã algo que represente uma solução para seus problemas afetivos, financeiros, de saúde, entre outros. Buscam-se então representações luminares, protetoras, enérgicas, que combatam as sombras e, além disso, tragam benefícios para o organismo, a vida social, a esfera emocional, entre outros campos da existência humana".(*)

Pantáculo da Lua

Pantáculos são todos os símbolos que possuem um significado de natureza mágica ou esotérica. Não confundir com pentáculos que possuem um significado mais restrito. Os ocultistas consideram como pentáculos apenas a estrela de cinco pontas, chamada de Pentagrama, e o Tetragrammaton, desde que devidamente envolvidos com um círculo. Os pantáculos quando gravados em um talismã, dão a este uma suposta capacidade de irradar as forças do Cosmos, atribuindo-lhe um aspecto ativo, diferentemente do amuleto e do simples talismã. A palavra Pantáculo, de origem grega, é composta por pan-, que significa "tudo", e -kleo, que significa "honra", ou mesmo, "renome".


Veja mais em:
http://www.ocaminhodomeio.com.br/pantaculos/index.html




Conheça os pantáculos dos planetas em:
http://sacred-texts.com/grim/kos/kos24.htm

O livro acima pode ser lido em:

(*)Texto de Ana Lúcia Santana no site - www.infoescola.com/religiao/talisma/


2 comentários:

  1. Oi Soraya, tudo bem com você?!
    Acho que todos nós temos nossos amuletos, né! rs
    Depositamos nele toda a nossa energia, a nossa força, fogo interior.
    Eu tenho minhas pedras que adoro, estão sempre comigo. Levo para passear na floresta, tomar banho de cachoeira e por ai vai...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flor, comigo tudo ótimo!

      Eu tenho alguns amuletos, não posso negar.
      Também tenho umas pedras e até converso com elas... amo minha ametista:)
      Embora seja muito raro, já levei algumas para tomar banho na mata e acho que elas adoram, afinal, tadinhas só o que elas tem de suportar aliviando nossa carga, não deve ser fácil.

      Beijos.

      Excluir

Bem vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Outros olhares